IMPULSIONE O SEU NEGÓCIO | Conheça as linhas de crédito do BNDES

  • 15 de janeiro de 2020

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma iniciativa governamental de fomento ao desenvolvimento regional e socioambiental brasileiro; tal qual, busca incentivar empreendimentos com potencial de geração de empregos, renda e inclusão social através de financiamento a investimentos, subscrição de valores mobiliários, prestação de garantia e concessão de recursos não reembolsáveis.

Com foco em disponibilização de financiamentos a investimentos, além de trabalhar com força na concessão de recursos não reembolsáveis a projetos de caráter social, cultural e tecnológico, o BNDES facilita o acesso à tecnologia e possibilita a implementação estratégica de planos de ação para o crescimento de negócios e novos empreendimentos. Assim, o BNDES é, hoje, uma ótima ferramenta para empresas domésticas ofertantes de serviços ou produtos, uma vez que facilita a implantação e expansão destas empresas, bem como a aquisição dos seus serviços e produtos por parte dos consumidores, ao oferecer financiamentos com condições únicas para sua aquisição.

Por seu caráter nacionalista, o banco busca fomentar as empresas domésticas e a economia brasileira. Por isso, suas regras entornam essa premissa e os projetos são analisados por uma equipe interna encarregada de inspecionar se eles atendem às regras impostas. No caso de financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos, por exemplo, o fornecedor precisa passar por um processo prévio de cadastramento de seus produtos junto ao FINAME, sendo passível de credenciamento todo tipo de máquina, equipamento e componente, desde que novos.

De forma sintética, as empresas que podem ser fornecedoras no FINAME precisam estar sediadas no Brasil e, na maioria dos casos, possuir CNPJ constituído há dois anos ou mais, além de ter seus produtos com índice de credenciamento mínimo, calculado com base em uma sistemática que mudou completamente recentemente – antigamente, era necessário atingir um índice de nacionalização em valor e em peso. Pela nova sistemática, as máquinas e equipamentos precisam atingir o Índice de Credenciamento de 50% ou mais, sendo que este é composto por Índice De Estrutura De Produto, que apresente um mínimo de 30% de conteúdo nacional, somado a qualificadores opcionais, que podem incluir critérios de conteúdo tecnológico do produto, inovação, gastos com pesquisa e desenvolvimento. Os fabricantes podem efetuar o credenciamento de seus produtos por conta própria, diretamente no portal do BNDES, ou contar com assessoria, como da Dutra Gestão Empresarial, para facilitar o processo de coleta e prestação de informações, além da análise de viabilidade de credenciamento e do planejamento de medidas para atingir o índice necessário.

Além das linhas que abrangem o FINAME para aquisição de máquinas e equipamentos, o BNDES também permite o cadastramento de uma larga gama de produtos e serviços através do Cartão BNDES, que abrange também peças, insumos, embalagens, materiais de construção, serviços e softwares, além de máquinas e equipamentos; para clientes com faturamento de até 300 milhões anuais. O financiamento pelo Cartão BNDES é bastante simplificado, funcionando exatamente como um cartão de crédito, que o cliente deve emitir junto a um banco de sua escolha.

 

Por Paula Schneider.